Evolução do biquíni

Brigitte em "E Deus criou a mulher"

Nina Garcia, editora de moda, fez a linha do tempo dos momentos mais importantes do biquíni, e como aqui, em baixo do equador, é praia o ano inteiro, vai esse postinho em homenagem à essa peça tão importante no armário das cariocas brasileiras, junto com onde comprar moda praia no Rio.

  • 1957: Brigitte Bardot brinca na praia vestindo um biquíni no flme E Deus criou a mulher. O mundo todo nota, e  biquíni (e Brigitte hehe) vira uma peça desejada.
  • 1960: É lançada a canção Biquíni de bolinha amarelinha. As vendas dos biquinis atingem a estratosfera.
  • 1962: Ursula Andress veste um biquíni branco com cinto no filme de James Bond, 007 contra o satânico Dr. No. O mundo fica estarrecido e agitado.
  • 1964: O monoquíni (tire a parte de cima e mantenha a parte de baixo) é apresentado na Europa. O Vaticano o condena. Os norte-americanos procuram os agentes de viagem.
  • 1982: Phoebe Cates sai da água num biquíni vermelho no filme Picardias estudantis. Os rapazes apertam a tecla de rebobinar várias vezes.
  • 1983: Carrie Fisher usa um biquíni dourado em Guerra nas estrelas: o retorno de Jedi. Novamente, os rapazes rebobinam várias vezes.
  • 2002: Halle Berry usa um biquíni laranja com cinto no filme de James Bond Um novo dia para morrer. O mundo se agita… novamente.

Onde comprar bons biquínis (lycra que dura pra sempre – ou por muitas e temporadas, no caso de quem vai na praia a semana toda) que estampam (infame!) as areias cariocas: Opção 1 favorita: Salinas. São de lá as minhas estampas preferidas de cada temporada, e a loja tem aquele esquema de comprar um tope de uma estampa ou modelo e a parte de baixo de outro, sabe? Não é obrigatório você comprar os conjutos certinhos e vestem bem demais! Entre no site para mais informações. Segunda opção favorita: Blue Man. Biquínis que valorizam a mulher brasileira desde o inicínho da marca, na década de 70, quando David Azulay vendia fio-dental por fio-dental (juro!), direto na mão dos clientes da praia de Ipanema. Sabia que foie ele que inventou o sutiã triângulo dos nossos biquinis? David dizia que “Não sou estilista e nem quero ser, estou preocupado na idelogia da minha impresa: ser brasileira e ipanemense!” A moda da BlueMan, mesmo depois que seu “estilista” morreu ano passado, é uma moda de praia e sempre será usado muito mais nas areias do que em editoriais de revistas. A marca também é conhecida por seus biquinis jeans que virou febre nas praias do Rio e do Brasil em 1970 e pelas estampas lindas (que, mal ou bem, sempre tem uma menina na praia com uma iguala a sua). Pra saber mais acesse o site.

Obs.: desculpe pela carência de fotos novamente, ainda estou pegando o jeito!

Foto: Reprodução

Mari – Rio 23° C

Esta entrada foi publicada em História da Moda, Moda, Rio com as etiquetas , , , , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s